Os resultados do relatório “Pessoas com Deficiência em Portugal – Indicadores de Direitos Humanos 2019” da autoria do Observatório da Deficiência e Direitos Humanos (ODDH) sugerem que, na última década, se verificou “um quadro de mudança global positiva”, em áreas estruturantes como a educação, o emprego, a proteção social e a discriminação. Porém, também deixa um alerta: há “domínios onde os progressos foram ténues ou mesmo inexistentes”, identificando aspetos a melhorar.

Consulte o Relatório completo aqui.