Os níveis de glicose no sangue vão poder ser monitorizados nas lágrimas através de uma lente de contacto flexível que alerta para valores elevados, segundo uma investigação divulgada pela Associação Americana para o Avanço da Ciência.

Os autores do trabalho dizem ter feito testes em coelhos e salientam ser a primeira técnica a usar os pixels (componentes das imagens digitais) numa lente de contacto para visualizar a deteção de glicose, o que pode no futuro permitir monitorizar o perigo de diabetes ou os níveis de glicose nos diabéticos.

Os investigadores desenvolveram uma forma de incorporar sensores de glicose em nanoestruturas maleáveis e transparentes, circuitos wireless e pixels capazes de recolher dados em tempo real, eliminando a necessidade de equipamentos adicionais.

O novo método não exige ferramentas dispendiosas nem componentes complexos como alguns que são usados hoje em muitas “lentes inteligentes” e que podem dificultar a visão ou mesmo afetar o olho de quem as usa. E também não precisa de equipamentos volumosos para ler os sinais dos sensores das lentes de contacto.

http://www.jornalmedico.pt/atualidade/34744-investigadores-desenvolvem-lente-de-contacto-que-mede-niveis-de-glicose.html